É inegável o fato de que a agricultura implica na simplificação da estrutura do ambiente sobre áreas extensas, substituindo a diversidade natural por um pequeno número de plantas cultivadas e de animais domesticados. O resultado desta simplificação da biodiversidade para fins agrícolas é um ecossistema artificial que requer constante intervenção humana como a manutenção da fertilidade do solo com aplicação de fertilizantes químicos, o controle de plantas invasoras, de pragas e doenças sempre realizado com a utilização de herbicidas, inseticidas, fungicidas, e que normalmente são aplicados de forma indiscriminada em doses maiores do que as recomendadas e não respeitando o período de carência para cada cultura e produto. Esse excesso na utilização de produtos químicos acarretam prejuízos não apenas ao meio ambiente, mas também à saúde dos produtores e consumidores.

Assitência Técnica

- Agroecologia

- Extensão Rural

- Agrofloresta

- APP e Reserva legal



"Os problemas ambientais na agricultura não são apenas ecológicos, mas parte de um processo social, econômico e político."

Desenvolvimento Rural Sustentável

© 2016

Instituto Ambiente em Movimento

-

Environment in Movement Institute